terça-feira, 5 de maio de 2015

Sua missão


A cada um é dado uma missão. De uns se exigem mais, de outros menos. Por que? Será que uns são merecedores de uma missão mais leve, repleta de alegrias e acontecimentos que os deixam sempre em paz? E por que outros recebem uma missão pesada, com uma vida repleta de aborrecimentos, tragédias e acontecimentos que os deixam vivenciar o ódio, o tormento e as energias negativas?
Se você tem fé, crerá que Deus considera os Seus filhos semelhantes. Ele não distingue nível de evolução espiritual nem o que cada um fez ou deixou de fazer. Ele quer os filhos unidos, se ajudando, dando as mãos, voltando para trás se necessário para acudir o irmão que caiu tropeçando em um obstáculo.
"Deus não coloca fardo pesado sobre ombros fracos", já diz o ditado. Cada missão é enfrentada com a capacidade espiritual de cada um. Logicamente que espíritos mais preparados podem ser surpreendidos com acontecimentos que o auxiliarão a depurar ainda mais seu espírito.
Os fatos que acontecem na vida de cada um correspondem ao que o espírito esteja precisando para evoluir. Não há vida fácil para ninguém. Existem muitos irmãos que não aproveitam a missão a qual foi destinado para se melhorar, para tornar o seu espírito mais puro, mais evoluído. Sabemos que isso faz parte da vida.
Muitos ainda se esquecem da vida espiritual e acabam se voltando para a matéria e para todas as necessidades que devem ser obtidas dela. Caem na tentação dos vícios, prazeres e alegrias supérfulas de uma vida que passa rápido e acaba antes mesmo que esse irmão "aproveite" da maneira que ele acredita.
Esses erros na missão são muito comuns. Às vezes eles acontecem em parte, mas até essas fases são necessárias para a vida futura.
A vida é tão perfeita, engrenada e harmônica que a dúvida só existe para aqueles que não compreendem e não enxergam a maneira como ela é. A ignorância ainda reside naqueles que buscam o aperfeiçoamento e a evolução. A verdade vai se descortinando aos poucos, trazendo em cada fragmento algo especial, trazendo a luz, o amor e todos os sentimentos, emoções e coisas boas que essa poderosa energia acarreta.
Não se aborreçam com suas missões! Elas foram dadas na medida certa, é o número da roupa que serve para seu espírito. Por isso não há motivos para se desesperar, se indignar, se voltando para energias negativas que perturbam e atrapalham.
Deus quer o Seu bem e para isso o presenteou com a missão que você mesmo escolheu.

Ricardo Alexandre

Psicografia recebida por Leonardo Pires Trevisan no Centro Espírita “Associação Espírita Vila dos Amigos” em 28/04/2015

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Energia de Deus

À Deus, com Deus, em Deus, sempre Deus. Nossa luz, esperança, amor, convicção, força, determinação!
Deus irradia a energia maravilhosa que precisa ser sentida e usada por todos. É ela que nos dá o ânimo para prosseguirmos em nossa missão com fé. Quanto mais espiritualizado cada um estiver, mais poderá usufruir dessa energia que emana do Nosso Pai. Precisamos dela por ser o primor da vida, a energia vital responsável por nos fazer continuar.
O que entendemos por amor aqui no plano terrestre é muito pouco ante o significado imensurável dessa energia. E, à medida que progredimos, ela ganha um outro entendimento e uma outra dimensão.
Devemos procurar viver mais espiritualizados, o que é muito difícil dentro de um corpo material num mundo material. Mas ainda é possível estar bem mais próximo dessa energia que emana do Nosso Criador.
Devemos achar tempo em meio às rotinas da vida encarnada para relaxar, esquecer nossos compromissos, silenciar o corpo e a alma. O recolhimento é necessário para que deixemos de lado todos os apegos que tanto entorpecem nosso corpo físico e resultam em preocupações e energias negativas desnecessárias.
Muitos reclamam que não tem tempo. Logo se vê que o espírito encarnado já se deixou levar pelas rotinas da vida material, juntamente com as preocupações, anseios e energias pesadas oriundas de tudo isso. O recolhimento é uma quebra importante e um exercício necessário para que possamos valorizar o silêncio físico, mental e espiritual.
Há diversas técnicas para isso, entre elas a meditação que é a mais conhecida. Mas não há necessidade de meditar, mas sim de relaxar, esquecer os problemas, deixar de lado as preocupações… Normalmente o único momento que conseguimos fazer isso é antes de dormir. Tendo boa vontade e determinação é possível conseguir muitos momentos no dia para nos aproximarmos de Deus e sentir sua energia. Não há fórmulas nem segredos para que cada pessoa consiga fazer. É possível e trará uma qualidade de vida muito melhor, além de aproveitar a energia para prosseguir com fé, determinação e esperança.
Roberto

Psicografia recebida por Leonardo Pires Trevisan no Centro Espírita “Associação Espírita Vila dos Amigos” em 14/04/2015

Balança do bem e do mal

A toda instância é dada uma relevância. A cada constância é dado uma irrelevância. O equilíbrio na vida espiritual é um importante fator para que cada espírito possa se harmonizar e evoluir.
Não é fácil, considerando que a vida sempre coloca situações que sobrecarregam sempre mais um lado do que outro. Ou se é muito mal ou muito bom, ou se é muito preocupado ou relaxado demais, ou se é compromissado ou descompromissado demais.
Observamos que tudo o que não é demais faz bem até um determinado ponto. A vida é uma balança que apresenta os dois lados para nós. A escolha por um deles é de cada um, assim como o quanto se quer de um determinado lado.
Lei da ação e reação ou causa e efeito, esse é o princípio da vida. E, para que ele aconteça, dois lados serão necessários para que possamos escolher e responder pelo que fizermos. O mal, por exemplo, nos faz enxergar muitas coisas boas. As situações em nossa vida nas quais o mal estava presente serviram de aprendizado para nossas práticas no bem. A dor que se fez presente ou se faz ainda, transmitem o amor de modo subliminar. O nosso mundo, repleto de provas e expiações, necessita do mal para que os espíritos aqui encarnados possam se desenvolver.
Os mundos evoluídos também precisam de um equilíbrio, o que é mais facilmente conseguido pela evolução. Aqui ainda estamos engatinhando, por isso não é de se surpreender as grandes catástrofes que geram imensa dor e sofrimento. Mas tudo isso é útil. Útil para que, nesses momentos, possamos colocar alguns gramas a mais do bem na balança do bem e do mal.
Para quem está apenas um passo adiante, é importante entender e perdoar todos esses irmãos sofredores que clamam ajuda em suas atitudes grosseiras e lamentáveis.
Coloque sempre alguns gramas do bem na balança do bem e do mal. Ao ver o mal, valorize o bem. Ao ver o ódio, valorize o amor. Na balança da vida o que importa é a harmonia.
Tássia

Psicografia recebida por Leonardo Pires Trevisan no Centro Espírita “Associação Espírita Vila dos Amigos” em 23/03/2015

terça-feira, 31 de março de 2015

Renascer


Já sabia, há muito via que aqui tudo acontecia. O amor que surge da dor tem a sua força em contornos de poesia. A busca eterna pela paz traz a cada dia caminhos maravilhosos, descortinando em cada um o alvorescer de um novo dia.
Renascer, como é importante e único! Renascer significa aprender, reviver, despertar, mudar. Assim como a natureza, cada um nasce com um sol interior que surge e desaparece por diversas vezes em todos os momento da nossa vida. É uma eterna transformação, fazendo com que escolhamos outros caminhos ou reflitamos sobre os já trilhados.
A luz de cada dia traz um esclarecimento das ideias até então aprendidas. Durante o sono nosso espírito retorna a sua morada original e, em casa, consegue refletir melhor e organizar as descobertas feitas em sua estadia na Terra. Esse período de recuperação, quando bem aproveitado, auxilia o espírito encarnado na escolha de suas atitudes e na forma como está conduzindo a sua moral. Ao retornar ao corpo o espírito se encontra mais satisfeito e conformado com a vida que é composta de amor e voltada para o bem.
Por isso é importante tudo o que carregamos em nossos pensamentos nesse período tão importante no qual retornamos para a nossa verdadeira morada. Uma leitura edificante antes de dormir auxilia bastante, assim como o Evangelho no Lar, uma prece sincera e a elevação do pensamento.
Com isso poderemos renascer com mais luz, assim como o sol faz quando os primeiros raios começam a surgir no horizonte, se destacando por sua forte luz. Passada algumas horas ele ganha dimensão e ilumina a vida encarnada no planeta Terra.
O renascimento deve ser melhor aproveitado, até porque é algo que fará parte da vida infinita de cada um. Quando parar de renascer na Terra, uma dia renascerá no plano espiritual e depois novamente no plano material.
Pratique o renascimento a todo momento, a vida é transformação, é movimento, é energia.
Feliz Páscoa para todos!

Alessandra


Psicografia recebida por Leonardo Pires Trevisan no Centro Espírita “Associação Espírita Vila dos Amigos” em 23/03/2015

terça-feira, 24 de março de 2015

Presente, passado e futuro


Aqui, como em muitas outras moradas, há sempre a força divina da fé e a misericórdia que traz um inúmero contingente de irmãos que buscam o aperfeiçoamento. Aqui, como em muitos outros lugares deste mundo, há pontos de luz que crescem à medida que o desenvolvimento da Doutrina Espírita acontece.
Não adianta querermos colocar a carroça na frente dos bois, tudo tem seu tempo. A semente que é plantada hoje pode semear apenas mais tarde, quando o solo tiver fértil. Devemos viver o presente, se preocupar com ele, valorizá-lo, logicamente objetivando o futuro.
O passado, o presente e o futuro são importantes, cada qual com a sua função: passado é referência, presente é vivência e futuro é evolução.
Por vezes esquecemos de um ou outro, mas todos os tempos são importantes. Para ter um objetivo futuro necessitamos de fé e esperança, para viver o presente precisamos de força, energia boa e do passado devemos ter lembranças cuidadosas.
Cada tempo deve ser cautelosamente executado pois qualquer deslize pode influenciar nossa conduta.
Ao lembrar ou reviver o passado, devemos adotar a figura de distanciamento, como uma 3ª pessoa instruída que assiste tudo com calma, sabendo que o amor é a base da vida e que o mal acontece para o bem aparecer.
O presente deve ter foco, o que demanda muita força. Devemos buscar a saúde mental, espiritual e física. Isso vai ajudar nossa energia vital e fazer com que a força, a garra, a coragem e a perseverança nos traga o necessário para executar nossas tarefas.
O futuro sabemos que é a nossa vida espiritual, o retorno para a casa depois de uma estadia na Terra. Mais que isso, futuro é a vida infinita, fonte inesgotável de amor e saber.
Sabendo usar presente, passado e futuro, conquistaremos importantes avanços em nossa conduta moral.
Sabendo usar e observar cada um deles, conseguiremos avançar muito como espírito e assim auxiliar os pontos de luz espalhados pelo mundo que farão a vida material muito diferente do que é hoje.
Não faltam exemplos de caridade, humildade e amor que façam acreditarem que o progresso está acontecendo. Esses exemplos nos dão forças e nos faz acreditar, assim como as nossas boas atitudes influenciarão outros irmãos bem intencionados.
Viva Jesus!
Carina


Psicografia recebida por Leonardo Pires Trevisan no Centro Espírita “Associação Espírita Vila dos Amigos” em 17/03/2015

quarta-feira, 18 de março de 2015

Palavras



A vida traz em cada vírgula uma ou algumas palavras. Tenta juntá-las numa expressão. Esta se junta com outra e forma um parágrafo. Quando termina, novas palavras dão início a mais uma expressão. E assim ela segue, ensinando com cada palavra, cada expressão, cada parágrafo. O conhecimento ganha dimensão e progride num mundo onde a informação está cada vez mais fácil de ser conseguida. A tecnologia demonstra a cada dia que a facilidade de acesso e a organização das informações facilitam a vida de muita gente e modifica a forma como cada pessoa busca o conhecimento.
A mente nunca para de funcionar. A sua atividade demonstra a inquietação do espírito em aprender, evoluir. Hoje qualquer curiosidade que passa em nossa mente pode ser saciada com uma busca rápida na internet. A troca de informações acontece de maneira constante e o acesso a cada pessoa é bem mais fácil.
O mundo está em uma fase onde descobre cada vez mais que o conhecimento é algo primordial em nossa vida. O aprofundamento das descobertas de cada área do conhecimento tornou-se algo corriqueiro e, com isso, um imenso conteúdo de informações cresce a todo momento.
Tudo o que acontece tem um motivo maior. A dúvida de muitos é se a tecnologia de hoje não estaria influenciando de maneira negativa. Onde se vê um mal pode estar o bem, assim como algo inútil pode se mostrar útil num futuro próximo.
Devemos confiar na vida e esperar a lição que ela pretende nos ensinar. Quando estiver muito resistente numa ideia, mude seus caminhos de reflexão, considere outras possibilidades. Lembre que a vida é infinita e isso significa que ela tem infinitas formas de se manifestar.
Ter fé é confiar na vida mesmo que enxerguemos tudo ao contrário e demonstrar que a cada passo dado temos algo para nos apoiar, para nos fazer continuar.
Viver com fé é pegar cada vírgula, cada palavra e cada expressão para formar um parágrafo. O texto nunca tem fim, sempre teremos a necessidade de buscar algo novo para acrescentar em nosso texto infinito.
É sempre um prazer enorme compor o texto da história da vida.
Tatiane

Psicografia recebida por Leonardo Pires Trevisan no Centro Espírita “Associação Espírita Vila dos Amigos” em 10/03/2015

terça-feira, 10 de março de 2015

Amar


Cada um aqui está bem preparado para as provas que serão colocadas no caminho. Deus, com sua bondade e misericórdia, nos concede a luz necessária para que possamos enfrentar cada obstáculo.
O espírito de cada um é forte o bastante para suportar mais do que se imagina. Quando alguma prova vem em nossa vida há um impacto, um susto porque não sabemos o que está por vir. O desconhecido gera medo e assim a ansiedade chega demasiada, talvez sugerindo que não seremos fortes o bastante para enfrentar algo tão desconhecido.
Depois da prova e do seu enfrentamento, nosso espírito mais preparado e puro nem lembra o impacto causado lá atrás. A vida retoma e a lembrança daquela provação passa por vezes desconhecida. Retomando ao ritmo normal a vida segue até que uma nova prova chegue.
Para o homem encarnado esses sofrimentos passageiros afastam muitos da fé e da esperança. Esses acreditam que vida deve ser um mar de rosas e reconhece as provas como verdadeiras injustiças à sua pessoa, a quem acha merecedor de muitas regalias.
Para o espírito as provas nada mais são do que remédios que irão curar os males que o afastam do amor. E a melhora pode ser demorada, mas enxergam nisso a maravilha da vida.
Viver para amar, eis a missão que muitos sabem mas que infelizmente poucos a praticam. O exercício do amor deve sempre existir na vida de cada um, seja em pequenos gestos e com as pessoas mais próximas até com os desconhecidos e distantes.
A reforma íntima deve ser levada a sério e não como algo admirável mas difícil de fazer. A conquista não precisa ser grande no começo, ela pode acontecer pequena e depois ir crescendo, assim como uma semente que quando bem tratada transforma-se em uma árvore enorme.
Viva a vida intensamente, mas para isso precisará amar, enxergar o amor em você, no próximo e em tudo ao seu redor. A vida ensina que devemos começar de baixo, com muita humildade e amor e, com isso, podemos crescer infinitamente. Só há caminho ruim para aqueles que não aprenderam a amar. Quem não sabe deve estudar para aprender, pois na escola da vida o amor é a lição primordial, deve ser feita a todo momento e jamais esquecida.
Ricardo

Psicografia recebida por Leonardo Pires Trevisan no Centro Espírita “Associação Espírita Vila dos Amigos” em 03/03/2015

Objetivo da vida

-->
Há muitas questões envolvidas na separação daqueles que ficam e dos que retornam ao plano espiritual. Cada caso é um caso, até porque somos únicos. Cada ser carrega consigo suas características e referências da vida. Aliado à isso o livre-arbítrio demonstra que devemos responder por aquilo que escolhemos.
A vida encarnada é como uma brisa: leve e instantânea ela passa através de nosso espírito alterando os valores, as percepções e os conhecimentos. Através das provas ela modifica a maneira como enxergamos tudo ao nosso redor.
Viver mais, viver melhor, viver com saúde, eis a preocupação do homem encarnado, o que é realmente muito bom desde que se tenha como objetivo o amadurecimento do espírito. Ter um corpo encarnado numa vida de matéria envolve muitas questões que são próprias do mundo material. Logicamente que durante a vida encarnada temos necessidades materiais que devem ser supridas. Que homem encarnado não gosta de conforto e dos prazeres que o mundo material lhe proporciona? Qual deles não gostaria de ter um carro mais confortável, uma casa dos sonhos e de vestir roupas que lhe proporcionassem um conforto maior?
As necessidades materiais são comuns à todos os homens. Todos irão buscar satisfazer suas necessidades. A questão é em relação ao objetivo futuro, à que o homem se submete para conquistar esse objetivo.
Se o objetivo é a vida infinita, o homem sabe que tudo o que ele passa e faz parte do mundo material lhe servirá apenas de suporte para que seu espírito cumpra a missão para a qual se destinou ou ao menos dê mais um passo em sua jornada de evolução.
Se o objetivo do homem é a vida finita, tudo muda. O homem não lida como se tudo fosse passageiro, mas como algo muito importante por fazer parte única e exclusiva de apenas uma vida. Sendo assim, tudo o que lhe pertence ganha um significado tremendo.
O problema aparece quando ocorrem as perdas. É aí que os objetivos dos homens começam a ficar mais explícitos. Para o homem de uma vida só perder algo é perder parte de sua vida. Tudo que lhe pertence é como se fizesse parte dele. Dependendo do número de perdas que ocorrem, o homem entra em desespero e muitos desistem da vida, ou o que ele chama de vida.
Para o homem de infinitas vidas tudo se torna mais claro. As perdas da vida pertencem apenas a um momento e que lhe auxiliará no futuro em seu amadurecimento. Ele sabe que a passagem no mundo material é muito breve e se admira ao ver que, completado o curso da vida material, continuará infinitamente em evolução.
Lúcio

Psicografia recebida por Leonardo Pires Trevisan no Centro Espírita “Associação Espírita Vila dos Amigos” em 24/02/2015

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Saudade


Há muitas questões envolvidas na separação daqueles que ficam e dos que retornam ao plano espiritual. Cada caso é um caso, até porque somos únicos. Cada ser carrega consigo suas características e referências da vida. Aliado à isso o livre-arbítrio demonstra que devemos responder por aquilo que escolhemos.
As separações são árduas, algumas com mais e outras com menos intensidade, mas todas significativas.  É um momento de reflexão não só para o desencarnado mas para todos aqueles que participaram da sua vida.
A saudade demonstra o poder que o amor tem em nossa vida e o quanto ele direciona nossa caminhada, é uma dor que representa a força que o amor imprime em nosso corpo físico. Também é um sentimento nobre que deveria ser melhor aproveitado.
Imaginem se há todo momento soubéssemos que perderíamos nossos próximos. Isso não mudaria a maneira como olhamos para eles?
Quando alguém vai embora, mesmo sabendo que essa pessoa voltará, não mudamos nossos pensamentos em relação a ela? Lembramos das coisas boas, dos momentos bons, dos feitos admiráveis, dos talentos, do jeito especial dessa pessoa. E por que não fazemos isso com quem está todos os dias ao nosso lado?
Nada na vida é por acaso, tudo é aprendizado e pode ser melhor aproveitado se fizermos bom uso dele.
Aproveite a saudade de um modo sublime. É amor que está sentindo! E ele vibra intensamente em seu coração. Use esse amor para auxiliar a pessoa que você sente saudade, vibre pra ela esse nobre sentimento! Lembre de cada momento bom que passou ao lado dessa pessoa, torne-o vivo em seu pensamento e agradeça a Deus pela benção do amor.
Separações são difíceis porque essencialmente somos seres que amam constantemente. Não há separação eterna, cada um reencontrará a pessoa que está com saudade. Até lá devemos aproveitar a energia boa gerada por ela.
O sentimento da saudade é tão forte que desestrutura nossos sentidos. Não pensamos direito; a boca seca e não conseguimos falar; os ouvidos entopem de maneira inexplicável; a falta de paladar tira a fome; não sentimos cheiro de nada; não conseguimos sentir as próprias mãos que tocam o rosto esvaído em lágrimas.
Isso tudo é o poder do amor fazendo efeito em nosso corpo físico. Isso passa! E o amor permanece infinitamente.
Carlos

Psicografia recebida por Leonardo Pires Trevisan no Centro Espírita “Associação Espírita Vila dos Amigos” em 03/02/2015

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Busca incessante


Bem-vindos sejam todos para mais um ano de aprendizado e auxílio ao próximo.
A inauguração dos trabalhos foi de imensa alegria, onde pudemos reencontrar todos aqueles que fazem parte da grande corrente do bem. Com o lema "amar" seguiremos com fé, esperança e, principalmente, perserverança!
Sigam seus caminhos com determinação. Continuem sonhando sempre e focando nos póximos objetivos. Como todos sabemos estes serão infinitos pois o espírito de cada um se alegra quando sonha e tem objetivos.
A busca é o principal presente da vida. A eterna busca nos engrandece e dignifica. Isso dá sentido para a vida, faz ela mais justa assim como é aquele quem a criou: Deus Pai Todo Poderoso.
Vencer é conquistar continuamente aqueles objetivos do dia a dia, por menores que sejam. As obrigações, das quais reclamamos muitas vezes, são objetivos que estão sendo cumpridos, tornando cada espírito maduro, preparado para continuar sempre em busca de outos objetivos.
Há objetivos maiores, conhecidos por muitos como desafios ou sonhos. Muitos tentam a vida inteira conquistá-los. Às vezes ficam para outras vidas, mas o espírito reconhece que a perseguição daquele objetivo maior o tornou algo mais especial, mais digno de respeito, independente se ele conseguiu realizá-lo nesta vida ou realizará na próxima, até porque serão necessários infinitos objetivos para tornar o espírito feliz.
Portanto tenham sempre objetivos na vida, colecione-os. Não canse de buscar novos objetivos. Não se esqueçam que a busca incessante é o que importa, é o que dá sentido para nossas vidas.
O tempo passa rápido na vida encarnada. As pessoas começam a sentir e se lamentar dos efeitos da idade, realmente com isso vem muitos desconfortos materiais. Mas o espírito está mais preparado e ter objetivos, ou melhor, ter a "busca incessante" traz uma energia rejuvenescedora pois damos ao espírito o alimento do qual necessita.
Portanto aproveitem o início de 2015 para se encher de "buscas incessantes" pois isso fará bem ao seu espírito e de todos aqueles que estiverem ao seu redor.
Mateus

Psicografia recebida por Leonardo Pires Trevisan no Centro Espírita “Associação Espírita Vila dos Amigos” em 20/01/2015

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Espírito livre


A vida está em muitas etapas para cada um. Na mesma encarnação passamos por diversas fases e todas elas auxiliam em nossa missão.
Antes de vir nós temos um plano, assim como um mapa mostra o ponto de origem e a chegada. Mas não somos um simples meio de transporte; somos dotados de livre-arbítrio e isso nos torna livres para percorrer o caminho. Assim sendo, podemos desviar a rota, alterar a maneira como atravessar, acelerar ou desacelerar. Enfim, tudo pode acontecer no trajeto  que nos propusemos a trilhar.
Além do livre-arbítrio, somos espíritos vestidos de um corpo de carne, mas muitas vezes pensamos mais de acordo com a vida material do que com a espiritual. Viver na vida material é uma necessidade do espírito. O mundo estranho pra ele torna-se comum a cada dia da vida encarnada. Ele aprende que o princípio de tudo está em sua essência, na maneira como pensa, se emociona, sente... Mas deve lidar com tudo isso de acordo com as exigências que a matéria lhe impõe.
Quando retorna à sua morada espiritual, o espírito se vangloria ou se arrepende das situações passadas na vida encarnada. Fica mais ciente do verdadeiro objetivo da encarnação e do quanto Deus é misericordioso ao amparar a todos.
O recolhimento nos ajuda a estar em contato com nosso âmago,  com nosso guia espiritual e todos os irmãos que auxiliam em nossa caminhada.
Não esqueça que o espírito é livre. Livre pra pensar, ser, agir. Não há nada que impeça isso! A base da vida é a lei da ação e reação e isso gera o aprendizado contínuo e edificante.
Deus está sempre emanando a luz necessária para que cada um seja aconselhado para decidir sobre os atalhos do caminho que devemos percorrer para completar a missão.
Não se esqueça de parar para escutar e sentir o que os mensageiros de Deus vêm nos trazer. São importantes para guiar nossas decisões que podem ser mínimas mas que alteram o rumo da missão.
Seguindo sábios conselhos encontraremos sempre a melhor forma de aproveitar nossa missão e assim chegar ao plano espiritual realizado por ter aproveitado o presente de Deus que é a vida encarnada.
Viva Jesus!
Alessandra

Psicografia recebida por Leonardo Pires Trevisan no Centro Espírita “Associação Espírita Vila dos Amigos” em 09/12/2014

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

O silêncio do coração


Acontece em toda casa espírita essa união maravilhosa, essa luz que permeia o espírito de cada um e faz com que a energia trasmitida seja viva e intensa, calorosa e rica de amor.
O número de centros espíritas cresce cada vez mais no Brasil e no mundo. O interesse torna-se cada vez maior e muitas pessoas aprendem através dos livros e divulgações de todos os tipos os preceitos do Espiritismo. O caminho que a humanidade progride demonstra que a Nova Era já chegou e cresce de maneira espantosa.
Cada vez mais sabe-se da necessidade do aperfeiçoamento moral em cada instância da vida. A humanidade está observando a necessidade de trabalhar a psicologia de cada um, para que a reforma íntima ocorra e dê continuidade ao processo de aperfeiçoamento.
Em cada um existe algo nobre que precisa ser trabalhado de maneira fervorosa, incluindo muita fé e perseverança, para que possamos descobrir o manto que encobre a riqueza pertencente a cada um.
Acredite no seu potencial. Você foi criado diferente, único e especial propositalmente, para que as pessoas e expiações da vida lhes mostrasse o caminho para o aperfeiçoamento moral.
Não há porque se martirizar por não se enquadrar às exigências fúteis que a vida material lhes impõe. Pense em você como algo superior, fonte infinita de amor, um espírito que temporariamente utiliza um corpo para crescer e progredir.
Devem se voltar para tudo que atende à Deus e não ao que atende à vida material criada pelos homens. Não se esqueçam que estão viajando, só de passagem. Cada dia deve ser aproveitado, visando o nosso aprendizado.
Devemos agradecer principalmente àqueles dias exaustivos que nos oferecem intensa carga emocional. Você sairá fortalecido de cada situação. O seu corpo pode ficar fraco, mas o espírito se fortalece. São lembranças importantes que você trará em seu íntimo depois da viagem.
Aproveite a estadia dando valor às coisas elevadas que tem natureza simples mas favorecem a um rico conteúdo de beleza imensurável. Essas coisas você não vê, mede, apalpa e nem compra. O seu coração sabe quando elas vêm porque silencia-o trazendo a paz.
Roberto


Psicografia recebida por Leonardo Pires Trevisan no Centro Espírita “Associação Espírita Vila dos Amigos” em 02/12/2014

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Evolução

-->
Aqui onde eu moro, assim como nas diversas colônias que eu fiquei, aprendi a conviver com diversos irmãos que seguiam caminhos totalmente diferentes. Éramos colocados lado a lado. No começo não entendíamos o porquê daquilo, nem o motivo de estarmos ali. Dependentes de acolhimento e atenção, estávamos confusos mas o propósito era comum a todos: a melhora constante.
Carentes de aprendizado, todos trabalhavam com fervor e, nos intervalos de descanso, eram ministrados diversos cursos que ensinaram sobre a vida, evolução, desenvolvimento espiritual, entre outros.
Os grupos de trabalho e de estudo eram os mesmos das moradias, onde passavam os momentos livres juntos. Nossas desavenças nos levaram à muitos problemas. Brigas, desentendimentos, discussões e desafetos aconteciam a todo momento. Embora estávamos nesse clima, nenhum de nós pensou em desistir pois todos estavam cientes da importância daqueles momentos.
Aqueles que se melhoravam em uma colônia, seguiam pra a próxima como premiação por ter se desenvolvido. A despedida de cada companheiro era carregada de emoção mas gratificante porque aí todos se esforçavam ainda mais para conseguir avançar para a próxima colônia e reecontrar o companheiro.
Apesar da alegria daqueles que partiam, ficavam ansiosos para a chegada dos companheiros e, a todo momento, até como exercício do seu desenvolvimento, faziam uma prece com muita fé para que os companheiros conseguissem o tão esperado avanço.
A chegada de cada um na nova colônia era recebida com festa. Vibrávamos juntos a alegria daquele momento e essa energia ajudava o espírito recém-chegado continuar a nova etapa de aprendizado. Muitos chegavam atrasados na nova colônia e, ao chegar, alguns dos companheiros já estavam numa colônia mais adiantada.
Apesar de cada grupo de companheiros estar em uma colônia, nossos espíritos vibravam juntos e, apesar das desavenças, ninguém abandonou os companheiros.
E assim fomos avançando, de colônia em colônia, até que reencontramos todos na mesma colônia, por termos completado um dos estágios. Nessa última colônia do estágio esperamos até que o último irmão aparecesse.
E hoje estamos aqui, juntos, contando a nossa história. Ainda teremos infinitos estágios para completar. Passamos por dificuldades, aprendemos com nossas diferenças, mas em nenhum momento pensamos em desistir... Somos unidos pela fé.
Nosso grupo sempre passa a mensagem de não deixar ninguém para trás. Auxilie os companheiros que ficaram pois precisam de ajuda.
Acácia

Psicografia recebida por Leonardo Pires Trevisan no Centro Espírita “Associação Espírita Vila dos Amigos” em 25/11/2014